Recife sedia I Encontro Brasileiro de Urbanismo Social

Encontro debate como o urbanismo social contribui para a construção de cidades justas, inclusivas e sustentáveis

Recife vai sediar o I Encontro Brasileiro de Urbanismo Social: Cidades brasileiras em perspectiva, que acontecerá de 9 a 12 de maio de 2023, em diversos espaços da cidade. O debate reunirá especialistas em urbanismo social de diferentes regiões do país, lideranças populares, gestores públicos e trabalhadores de órgãos do terceiro setor, consultorias, negócios sociais, dentre outros.

Durante o evento, serão discutidos temas relevantes para o urbanismo social no Brasil, como a existência de problemas relacionados ao déficit habitacional, as altas taxas de violência urbana nas cidades brasileiras e a desigualdade de acesso a serviços básicos e oportunidades que as urbes podem e devem oferecer, inclusive numa dimensão subjetiva da vida social, entre outros.

Guia de Urbanismo Social

Com mais de 32 anos de experiência, a principal patrocinadora do Encontro é a consultoria Diagonal, com sede em São Paulo e escritório também no Recife,  é pioneira em gestão socioambiental no País. No mês de março, a empresa lançou em parceria com o Laboratório ArqFuturo do Insper, uma das principais instituições de ensino superior e pesquisa do Brasil, o Guia de Urbanismo Social.

Disponível para acesso gratuitamente, o material traz temas como o conceito de urbanismo social, planos de ação local, modos de governança compartilhada e sustentabilidade urbana. Também são exploradas questões de formas de financiamento, políticas públicas integradas, saúde urbana, mulheres e territórios, cidade e crianças, monitoramento e avaliação de impacto – sempre com o foco nos territórios periféricos e suas comunidades.

A ideia do material, mais do que compartilhar conhecimento, é ampliar o debate em torno desse tema e chamar a atenção para o assunto.

“É muito importante termos um evento como esse acontecendo no País. Tragédias recentes nos mostram que é preciso trazer um olhar diferenciado para a construção e a organização das cidades, analisando os territórios pelo ponto de vista do impacto social. E esse é um debate que precisa envolver instâncias públicas, privadas, academia e sociedade civil”, explica Katia Mello, copresidente da Diagonal.

Ilha de Deus
Equipamentos de lazer para as crianças instalados pela Prefeitura do Recife, na Ilha de Deus. Foto: Arquivo Prefeitura do Recife

Em Recife, há um exemplo de uma comunidade reformulada com base no urbanismo social. Antes conhecida como Ilha sem Deus, ela surgiu em 1959, na região sul de Recife, no bairro do Pina, com a ocupação desordenada de um manguezal urbano.

Completamente à margem da sociedade, a ilha mal tinha acesso ao continente e assim foi crescendo, sem infraestrutura básica ou serviços instalados. Apresentava elevada taxa de violência, baixa qualidade de vida e moradias precárias, formadas por barracos e palafitas.

Em 2007, o então recém-eleito governador Eduardo Campos, nos primeiros dias do seu mandato, visitou a ilha. Ele reafirmou seu compromisso com a comunidade e anunciou que, a partir daquela data, teria início a transformação da realidade dos moradores da Ilha de Deus.

É nesse momento que se inicia a parceria com a Diagonal, que trouxe um olhar humano e individualizado para esse território, transformando o espaço em um case de sucesso que virou livro (lançado em 2022) e, agora, é um dos territórios apresentados que receberão a visita dos participantes para ver em loco o que está sendo apresentado nas mesas. Esse trabalho foi registrado no livro “Ilha de Deus – Uma história de resistência e transformação”, disponível online, uma coautoria de Vilma Dourado e Carolina de Queiroga Jucá.

Programação

09/05/2023 – às 18h30 Local: Auditório do Museu do Cais do Sertão Palestra de Abertura Jorge Melguizo

10/05/2023 – 09h00 às 12h00 Local: Auditório G1/G2 UNICAP – Universidade Católica de Pernambuco Mesas Temáticas

10/05/2023 – 14h00 às 18h00 Oficinas temáticas Local: Recife Antigo (espaços diversos)

11/05/2023 – 09h00 às 18h00 Local: Auditório G1/G2 UNICAP – Universidade Católica de Pernambuco Mesas Temáticas

12/05/2023 – 09h00 às 12h00 Local: Visitas aos territórios – Compaz Governador Eduardo Campos; Ilha de Deus; Porto Digital, Comunidade do Pilar, Morro da Conceição.

 

Please follow and like us:

Luciana Leão

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro − três =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram