Mundo destrói 7 milhões de hectares de florestas por ano

Fórum das Nações Unidas sobre Florestas quer aumentar áreas protegidas; ecossistemas abrigam 80% da biodiversidade terrestre e geram meios de vida para 1,6 bilhão de pessoas; meta da ONU é aumentar área florestal global em 3% até 2030.

O Conselho Econômico e Social das Nações Unidas, Ecosoc, realiza a partir desta segunda-feira (8), a 18a. Sessão do Fórum sobre Florestas. As prioridades do evento são aumentar a área de florestas protegidas ao redor do mundo e reforçar seu manejo sustentável.

As florestas ocupam 31% da superfície do planeta e abrigam 80% da biodiversidade terrestre. Além disso, mais de 1,6 bilhão de pessoas dependem delas para subsistência e renda.

Prevenção de desastres naturais

A presidente do Ecosoc, e embaixadora da Bulgária, Lachezara Stoeva, falou na abertura do Fórum e lembrou que cuidar das florestas gera benefícios em diversas áreas.

Desde a redução da pobreza à educação de qualidade. Da promoção de empregos decentes à equidade de gênero.

“A preservação das florestas contribui para as metas de combate às mudanças climáticas, especialmente no sequestro de carbono, na mitigação e adaptação”, disse. Esses ecossistemas reduzem inundações, deslizamentos, avalanches, tempestades de areia e outros desastres naturais, acrescenta Stoeva.

A presidente do Ecosoc ressaltou que este ano, haverá o Fórum Político do Alto Nível do Desenvolvimento Sustentável, primeiro no âmbito do Ecosoc, em julho, depois no âmbito da Assembleia-Geral da ONU em setembro.

Para ela, as deliberações do Fórum sobre Florestas podem contribuir com o avanço de muitos dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que precisam ser alcançados até 2030.

Florestas em risco

Ao discursar no Fórum, o subsecretário-geral do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU, Li Junhua, afirmou que as florestas estão em risco. E a expansão da agricultura comercial é responsável pela maior parte do desflorestamento.

Ele disse que todo ano, 7 milhões de hectares de florestas naturais são convertidos para outros usos.

De acordo com o Departamento, as doenças zoonóticas representam 75% de todas as doenças infecciosas emergentes e geralmente ocorrem quando paisagens naturais, como florestas, são desmatadas.

O órgão estima que 2 bilhões de hectares de terras degradadas em todo o mundo tenham potencial para serem restauradas.

Revitalizar as florestas degradadas é fundamental para atingir a meta da ONU de aumentar a área florestal global em 3% até 2030.

Isso também ajudaria os países a criar novos empregos, prevenir a erosão do solo, proteger as bacias hidrográficas, mitigar as mudanças climáticas e salvaguardar a biodiversidade.

 

Fonte: ONU NEWS

Please follow and like us:

Redacao EJ

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + catorze =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram