Recife Outlet inicia construção de usina solar com investimento de R$ 8 milhões

Além de uma cultura empresarial diferenciada, de baixo custo, tanto para os lojistas quanto para consumidores e empreendedores, o modelo de outlets carrega em sua proposta uma outra particularidade, o de estar em sintonia com a responsabilidade ambiental e sustentabilidade do local.

 

Seja na própria edificação, em geral, construída em estrutura plana, sem necessidade de escadas rolantes, elevadores, pois tem um conceito de projeto em formato de village, arborizado, amplamente aberto, e sempre localizado distante dos centros das capitais.

 

No Nordeste, os outlets vêm ganhando espaço e clientes. Salvador, Fortaleza e Recife já entraram no segmento, mais concentrado nos eixos Sul e Sudeste. No Brasil, são 16 outlets em operação.

 

O modelo socioambiental do Recife Outlet

 

Usina solar será construída no telhado do empreendimento e no estacionamento.

 

Na capital pernambucana, o Recife Outlet, inaugurado há três anos, localizado na principal rodovia, a BR-232, que cruza o estado do cais ao sertão, até o município de Araripina, no Sertão do Araripe, dá início às obras de uma Usina Solar autossustentável, com capacidade de produção de 2,1 mWp (megawatt-pico,unidade de medida utilizada para usinas de energia solar), o suficiente para abastecer 344 residências durante um ano, e investimento de R$ 8 milhões.

 

Uma usina de autoprodução é projetada para fornecer energia elétrica para consumo próprio, seja em residência, empresas ou outros tipos de instalações. No projeto da usina de energia solar do Outlet Recife, será construída parte em cima do telhado do prédio e a outra parte na cobertura para carros, segundo adiantou Marco Sodré, superintendente do Outlet Recife, em entrevista ao portal da Revista Nordeste.

 

“O projeto anterior seria numa área por trás do Outlet, porém, por ser uma área montanhosa, não plana, demandaria mais custos. Optamos em colocar a usina no telhado e nas coberturas do estacionamento”, disse. Com previsão de operação em 2025, o projeto deve iniciar as obras ainda no 1º semestre de 2024. A implementação da usina de energia solar deve reduzir os custos com a energia utilizada e ser responsável pela produção entre 75% a 80% da energia consumida.

 

Reuso da água

 

Outra solução ambientalmente responsável foi a instalação, desde o início da operação do Outlet, do reuso da água.  Por não haver abastecimento de água por parte da Compesa ( Companhia Pernambucana de Saneamento), o empreendimento construiu três poços artesianos e uma Estação de Tratamento de Água (ETE), a qual permite, por exemplo, que toda a água utilizada na operação, como nos banheiros ou para regar as plantas, são de captação de chuvas e dos poços.

 

                                                                                                                  Marco Sodré, superintendente do Outlet Recife

 

“Dessa forma, por meio dos poços artesianos, a água utilizada e a captada pelas chuvas têm um reuso em toda a estrutura do Outlet”, explica Sodré.

 

Do cais ao sertão

 

A construção impressiona para quem está na BR-232. São 30 mil metros quadrados de área construída,  numa área entre matas e montanhas,  com uma área bruta locável (ABL) de 16.400, o suficiente para abrigar 70 operações de lojas multimarcas entre as quais Boss, Lacoste, que se juntaram ao mix já existente de marcas como a Calvin Klein, Hering, Aramis, Reebok, Kipling, Tommy Hilfiger, Carmen Steffens, Polo Wear, Morena Rosa e QMais com Adidas e Nike.

 

“Quando inaugurado o projeto trouxe inovação para a cadeia produtiva, pois possibilita aos lojistas e clientes custos bem mais baixos, do que os praticados em shopping centers. A construção aberta reduz o custo de energia, além de tornar um ambiente agradável, em contato direto com a natureza. Daqui, ouvimos até pássaros cantar”, relata o superintendente do Outlet Recife, Marco Sodré.

 

Sodré explica que os lojistas do Recife Outlet conseguem ofertar produtos mais baratos o ano todo porque a estrutura do mall é bem mais econômica que a de um shopping center. Isso faz com que os custos dos lojistas sejam bem inferiores, o que repercute nos preços dos produtos.

 

“Em geral os outlets são, por natureza, inspirados no modelo norte-americano: uma estrutura plana, que não faz uso de elevadores e escadas rolantes. Isso reduz despesas com energia, manutenção e mão-de-obra. Assim, o custo operacional é menor para os lojistas. Além disso, as lojas são das próprias fábricas”, explica.

 

Crescimento expoente

 

Sempre em movimento, o Recife Outlet tem ampliado seu mix de lojas. No ano passado, foram inauguradas por exemplo a Boss e a Lacoste, que se juntaram ao mix já existente de marcas  Consolidado como uma tendência no mercado consumidor, o Recife Outlet vem mostrando crescimento nas vendas.

 

Em dezembro do ano passado, obteve aumento recorde de 40% nas vendas em relação ao ano anterior. Em janeiro, na tradicional liquidação do início do ano, o Verão OFF, as vendas cresceram 12%, em relação ao mesmo período do ano anterior.

 

O local também impulsiona a economia local. Além da geração de mais de 1.500 mil empregos, tem estimulado pequenos negócios junto a empreendedores locais, como gráficas, produção de alimentos, armazéns de construção para pequenos reparos, entre outros.

 

Até domingo, 25, o Recife Outlet promove mais uma edição do Super Sale, de quinta (22) a domingo (25), nas mais de 70 lojas de grifes nacionais e internacionais. A promoção oferece desconto sobre desconto, já que no outlet os preços são de 30% a 70% mais baratos do que em shopping centers, em qualquer dia do ano.

 

“A Super Sale é o melhor momento para quem busca preços competitivos. É quando as lojas renovam seus estoques e oferecem produtos – que já são vendidos com descontos – mais baratos ainda. ”, explica o superintendente do mall, Marco Sodré.

 

Please follow and like us:

Luciana Leão

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco − três =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram