Programa de Aquisição de Alimento é relançado no Recife

O presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva fez o relançamento nesta quarta-feira (22) do Programa de Aquisição de Alimento (PAA). Na ocasião, acompanhado também da governadora Raquel Lyra.

O Programa social propõe fortalecer a agricultura familiar e a segurança alimentar. O PAA terá um volume total de investimento de R$ 500 milhões. Além da governadora, o prefeito do Recife, João Campos também este presente, além de outras autoridades, ministros (as) e representantes de agricultores familiares.

“Uma das principais ações a serem feitas na nossa gestão é o combate à desigualdade e à fome. Essa fome tem um rosto: são pessoas que estão na Zona Rural dos nossos municípios, nos morros da Região Metropolitana do Recife e em áreas difíceis. É para vocês que nós estamos aqui, enfrentando a dureza de fazer mudança”, discursou a governadora Raquel Lyra, durante o lançamento do programa.

O presidente Lula destacou que o relançamento do PAA é um passo grande para a melhoria de vida do povo brasileiro.

“O programa vai ser uma coisa extraordinária. Não vai ser amanhã, nem depois de amanhã, porque leva um tempo. Mas é como plantar um pé de jabuticaba. Plante, jogue água, e espere. Um dia a jabuticaba vai nascer. Nós já fizemos isso uma vez e agora vamos fazer com muito mais competência”, ressaltou o presidente.

Como funciona o programa

Pela iniciativa, o governo compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede socioassistencial, pelos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e pela rede pública e filantrópica de ensino.

“O presidente Lula tem uma obsessão: tirar o Brasil do mapa da fome e fazer com que cada brasileiro tenha, no mínimo, três refeições por dia”, disse o ministro Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira.

O ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias destacou o compromisso do governo. “É o presidente Lula cumprindo o compromisso de colocar os mais pobres no Orçamento do Brasil. E queremos seguir gerando emprego e renda”.

Mudanças

Neste PAA, haverá reajuste no valor individual que pode ser comercializado pelas agricultoras e agricultores familiares, facilitação do acesso a indígenas, povos e comunidades tradicionais, além de maior participação das mulheres na execução do programa no conjunto das modalidades oferecidas.

Criado em 2003 no âmbito do Fome Zero, a iniciativa tem o objetivo de contribuir para garantir a segurança alimentar e nutricional da população brasileira, além de fortalecer a produção de alimentos da agricultura familiar.

O PAA é operacionalizado por meio dos ministérios do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) e do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA).

 

Fonte: Ascom Governo de Pernambuco

Please follow and like us:

Redacao EJ

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram