Nutrientes Criativos lança livros sobre sustentabilidade na moda

Os livros Nutrientes Criativos: resíduos de confecções e Nutrientes Criativos: fibrilas têxteis trazem a temática da sustentabilidade na moda, a partir de estudos realizados no Polo de Confecções  do Agreste pernambucano. Livros serão lançados durante o 18º Colóquio de Moda, em Fortaleza

 

O Grupo de Pesquisa Nutrientes Criativos -design para a sustentabilidade lança nesta quarta-feira (20), durante o 18° Colóquio de Moda, em Fortaleza (CE), os livros Nutrientes Criativos: resíduos de confecções e Nutrientes Criativos: fibrilas têxteis. Os livros 1 e 2 compõem o projeto do grupo, com patrocínio do Funcultura.

Os dois livros trazem a temática da sustentabilidade na moda, a partir de estudos realizados no Polo de Confecção  do Agreste pernambucano. São relatos de projetos de pesquisa cujo objetivo é a requalificação funcional, estética e simbólica de resíduos. Na pesquisa, são apresentados os novos materiais e orientadas suas produções.

Renata Garcia Wanderley, mestre e doutora em Design e uma das autoras dos livros

“Percebemos durante a pesquisa que o setor produz muitos resíduos e que não tinham uma destinação adequada, tanto nas lavanderias de beneficiamento,  como nas confecções, nas lojas. Então,  veio a ideia do primeiro livro no qual trabalhamos os retalhos de origem  química doados pelas próprias confecções,  através de testes de caráter químicos e físicos”, explica uma das autoras, Renata Garcia Wanderley,  mestre e doutora em design, professora na UFPE e do Centro Acadêmico do Agreste, em Caruaru.

Os livros podem ser acessados por meio das redes sociais do grupo (www.nutrientescriativos.com.br e Instagram: nutrientescriativos) para o digital, de forma gratuita, e terá doação para os impressos, em quantidades limitadas.

Resumo 

Livro 01: Nutrientes Criativos: resíduos de confecções

As confecções têm grande importância no mercado da moda construindo milhões de peças. Contudo, ao mesmo tempo, geram múltiplos resíduos, com destaque para retalhos de tecidos. Dentre os que se destacam, os tecidos sintéticos (como a lycra e o cotton) que são bastante trabalhados, principalmente em moda praia, fitness e moda íntima. 

“Sendo, não biodegradável, seus resíduos poluem o meio ambiente. Assim expomos e ensinamos que tais retalhos precisam ser requalificados sob os pilares funcional, estético e simbólico na construção de um novo material”, explica a mestre e doutoranda em Design, Renata Wanderley. 

O livro narra toda a pesquisa para essa requalificação: fundamentação teórica, experimentos e resultados.

Já o livro 2 Nutrientes Criativos: fibrilas têxteis traz em sua narrativa o ambiente das lavanderias de beneficiamento têxtil e sua  importância no mercado da moda transformando tecidos e peças. 

Contudo, elas geram múltiplos resíduos de caráter sólido, líquido ou gasoso derivados de seus processos, de seus maquinários e de seus materiais. As fibrilas têxteis, resultado do atrito provocado pelos secadores rotativos usados após lavagem básica e tingimento, são um dos seus resíduos sólidos com volume significativo“, diz trechos do livro.

Assim sendo, essas fibrilas precisam ser requalificadas funcional, estética e simbólico na construção de um novo material, explica Renata. O livro narra toda a pesquisa para essa requalificação: fundamentação teórica, experimentos e resultados.

“O que nos motivou a trabalhar nessa temática foi a necessidade da sustentabilidade mundial que vem se discutindo o tempo inteiro e a demanda do próprio Polo de Confecção, que mostrou que tem muitos resíduos de diferentes tipos, que era necessário trabalhar seu reaproveitamento”, acrescenta Renata Garcia Wanderley.

 

Leia mais sobre sustentabilidade na moda, em Pernambuco

Please follow and like us:

Luciana Leão

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 2 =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram