Hamas liberta reféns e Israel solta 39 palestinos

Em comunicado, o governo do Catar, que intermediou junto ao Egito e Estados Unidos, o acordo entre Israel e o grupo Hamas, informou que parte da libertação de reféns e presos políticos foi iniciada.

O Hamas libertou 24 pessoas, a maioria mulheres e crianças, e um grupo de trabalhadores tailandeses e um filipino. Do lado israelense,  39 palestinos detidos pelo governo de Israel também foram soltos.

Ajuda humanitária

No primeiro dia da pausa humanitária, a ONU aumentou a entrega de assistência humanitária na região. Foram enviados 200 caminhões de Nitsana, Israel para a passagem de Rafah.

A Unrwa descarregou 137 veículos, marcando o maior comboio humanitário desde 7 de outubro. Além disso, 129 mil litros de combustível e quatro caminhões de gás entraram em Gaza.

Uma operação médica evacuou 21 pacientes críticos do norte de Gaza. Centenas de milhares de pessoas receberam alimentos, água, suprimentos médicos e itens humanitários essenciais.

Violência

Segundo dados, a guerra já deixou cerca de 15 mil mortos em Gaza e muitas das pessoas deslocadas estão dormindo nas ruas.

O porta-voz do Escritório de Assuntos Humanitários da ONU, Jens Laerke, disse que a esperança em relação ao acordo entre Israel e Hamas é “que a pausa seja respeitada”.

Please follow and like us:

Redacao EJ

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × cinco =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram