WCM’23 : agir, criar e gerar ideias para desenvolver o Cooperativismo no Brasil

Um grande  encontro com mais de duas mil pessoas de forma presencial, entre líderes, gerentes e cooperados de todo o Brasil e da América do Sul,  além de pensadores e estrategistas brasileiros, da África, EUA, China fizeram do WCM  (World Cooperative Management), em 2023 tornar-se um ambiente de criação, inspiração e geração de ideias transformadoras para o Cooperativismo no Brasil.

“Estamos em um momento de colocar em prática, agir e aplicar os conceitos e conhecimentos no nosso dia a dia para atingir nossos objetivos. Não podemos ficar isolados. Temos que quebrar barreiras, ultrapassar barreiras e procurar novas formas de cooperar”. Esse foi um dos principais insights de Luiz Branco, CEO do WCM.

A imersão para atingir tais propósitos foi uma grande maratona de escuta e coparticipação com a presença de renomados palestrantes durante os dois dias (16 e 17/10) do WCM 2023, no Minas Centro, em Belo Horizonte.

Uma evolução que começou em 2015

O World Cooperative Manegement começou em 2015 e se destaca como um ambiente de trocas de experiências e estratégias entre lideranças do cooperativismo brasileiro. Sem dúvida, um segmento da economia brasileira que está presente desde uma pequena comunidade no meio rural até grandes empresas pelo Brasil afora.

Segundo o presidente do sistema OCB, Marcio Lopes de Freitas, o WCM  é uma “janela de oportunidades também para inserir o mercado de negócios no ambiente de internacionalização”, reforça.

Para tanto, estrategistas e pensadores internacionais estiveram presentes como palestrantes. Entre os quais : Trebor Scholtz, fundador da New School’s Platform Cooperativism Consortium; Sharon Gai, ex-chefe global do Alibaba; Serge Nawej, membro da família real do Congo; Paula Harraca, diretora de Futuro da Arcelor Mittal.

Presenças também como o astronauta e senador Marcos Pontes; Roberto Trajan, CEO da Metanoia, além do nadador olímpico, empresário e palestrante Gustavo Borges, que expôs sua trajetória de sucesso tendo “a atitude de alto desempenho como caminho para busca dos objetivos”.

Temáticas como a IA, Cultura Fluid e ESG

No segundo dia (17),  palestras sobre as últimas tendências mundiais em vivência, aliando os seus insights com o mundo prático.

A especialista em crescimento de negócios no e commerce em um mundo em constante mudança, a chinesa ex-CEO da Alibaba, Sharon Gai, falou sobre as tendências no comércio eletrônico no mundo. Para a executiva, o cooperativismo deve estar alinhado com as principais tendências do comércio eletrônico e transpor as barreiras impostas pelo mercado mundial.

Sharon Gai, ex-CEO da Alibaba

Serge Nawej, príncipe do Congo,  trouxe o tema Inteligência Artificial ; Paula Harraca, ex- atleta, natural de Rosario, na Argentina, falou sobre a importância de inserir cada vez mais o desenvolvimento econômico em consonância com a sustentabilidade, o social e as pessoas rumo à construção para o futuro.

E para encerrar o WCM’23, o ator, produtor cultural, ativista cultural e palestrante Marcos Frota trouxe a magia do circo ao palco Mundo.

“Um circo é um ambiente cooperativo. Onde as pessoas se ajudam entre si. Cada um faz sua parte com o objetivo de crescimento mútuo. Não acredito em crescimento, em ser feliz, sem ter um espírito cooperativo, seja em qualquer atividade profissional”.

Megaestrutura

Além da estrutura física, com cinco palcos, o WCM’23 foi o primeiro encontro do cooperativismo a acontecer simultaneamente no mundo real e no metaverso.

Os participantes puderam interagir presencialmentetantoem um local físico e também virtual por meio de avatares no metaverso. Foram quase 10 mil pessoas nesse ambiente de metaverso.

Para 2024, o tema versará sobre a importância de inserir boas práticas, conhecimento em ESG  (é uma sigla em inglês para “environmental, social and governance” (ambiental, social e governança, em português), no ambiente do cooperativismo brasileiro em seus segmentos profissionais e econômicos.

* A editora do EJ, Luciana Leão e correspondente da Revista Nordeste,  viajou a convite do sistema OCB-PE e Sescoop – PE.

 

Please follow and like us:

Luciana Leão

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 3 =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram