Sudene aprova R$ 653 milhões de investimentos para empresas em Pernambuco

A Sudene aprovou, nesta quarta-feira (4), R$ 653 milhões em investimentos para Pernambuco.

A maior parte dos recursos (R$ 652,5 milhões) para Pernambuco  aprovado pela Diretoria Colegiada da Autarquia foi destinado a Alpek Polyester, antiga Companhia Petroquímica de Pernambuco, localizada no Complexo Portuário e Industrial de Suape, em Ipojuca, Região Metropolitana do Recife.

A empresa é a única produtora de PTA do país, principal matéria-prima para produção de poliéster têxtil, de embalagens plásticas e filmes metalizados.

“Os incentivos à empresa chegam no momento em que o governo federal, através do Novo PAC, assegurou um conjunto de investimentos em Suape, fortalecendo o Complexo Portuário e Industrial”, disse o superintendente Danilo Cabral.

O gestor da Sudene lembrou que os incentivos fiscais e os fundos regionais FNE e FDNE têm um grande impacto para a economia dos 11 estados da área de abrangência da Autarquia.

Alimentos

O outro empreendimento com incentivos aprovado foi a Oasis Alimentos, localizada em Paulista, também na RMR. Esta utilizou os recursos de reinvestimento para a complementação de equipamentos.

A empresa é dona da marca nordestina Turquesa, que tem foco concentrado no mercado de feijões, representando aproximadamente 90% de suas vendas. Além de feijões a empresa beneficia a empacota também farinha, milho, xerém, milho de pipoca, milho para ração e arroz.

Nordeste

Além de Pernambuco, mais quatro estados da área de atuação da Sudene – Bahia, Ceará, Paraíba e Espírito Santo – tiveram pleitos de benefícios fiscais aprovados nesta quarta-feira (4).

Eles somam um total de R$ 104,5 milhões em investimentos, correspondendo a 17 pleitos.

Os empreendimentos são das áreas petroquímica, plásticos, calçados, metalurgia, informática, têxtil, químicos, alimentação, máquinas e equipamentos, além da agroindústria.

Modalidade

Em relação à modalidade do benefícios, 13 pleitos foram da redução do IRPJ, recursos que podem ser usados para projetos de implantação, modernização, ampliação ou diversificação de empreendimentos.

E quatro de reinvestimento de 30% do imposto devido em projetos de modernização ou complementação de equipamentos.

“Do total de R$ 757,7 milhões aprovados hoje, a maior parte dos recursos – R$ 656 milhões – foi destinada para a implantação de novos empreendimentos na área de atuação da Sudene. Isso significa mais geração de empregos e dinamização da nossa economia”, afirmou o diretor de Gestão de Fundos da Autarquia, Heitor Freire.

Antes da reunião da Diretoria Colegiada de hoje, a Sudene aprovou R$ 9,1 bilhões em investimentos, através de incentivos fiscais, na sua área de atuação. Ainda estão em tramitação 187 pleitos, que correspondem a R$ 10 bilhões em aportes financeiros na região.

 

*Com informações da Ascom Sudene

*Foto destaque: Alpek Polyester Pernambuco, antiga Companhia Petroquímica de Pernambuco/Divulgação

Please follow and like us:

Redacao EJ

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram