OMS declara fim de emergência da covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou o fim do status de “emergência internacional” de covid-19. O organismo considera que a doença já não deve ser tratada como uma emergência de saúde global, mas reforça que continua a ser uma ameaça.

A classificação estava em vigor desde 11 de março de 2020. Dados da entidade indicam que 765,2 milhões de casos de covid-19 foram confirmados no planeta até o momento, além de quase 7 milhões de mortes registradas.

Ainda de acordo com a OMS, 13,3 bilhões de doses de vacinas contra a doença foram administradas em todo o mundo.

Apesar de os números oficiais da OMS indicarem um total de sete milhões de mortes, durante conferência de imprensa, nesta sexta-feira (05), Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, disse estimar que o número de mortes causadas pela covid-19 seja de “pelo menos 20 milhões”.

“Ontem, o comitê de emergência contra a covid-19 se reuniu pela 15ª vez e recomendou a mim que declarasse o fim da emergência em saúde pública de importância internacional. Aceitei a recomendação. Com grande esperança, declaro o fim da covid-19 como emergência sanitária global”, anunciou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

“Entretanto, isso não significa que a covid-19 chegou ao fim enquanto ameaça global de saúde. na semana passada, a covid-19 clamava uma vida a cada três minutos – e essas são apenas as mortes das quais nós temos conhecimento”, completou o diretor-geral.

No Brasil, mais de 700 mil mortes foram registradas, até o momento, segundo dados do Ministério da Saúde.

 

*Com informações da OMS e Agências Internacionais

 

Please follow and like us:

Luciana Leão

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 6 =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram