A revolução das novas tecnologias para os fãs de esportes

Diante da crescente expansão global de tecnologias inovadoras, como a Web 3, NFTs e realidade virtual, aumentada e mista, a experiência dos fãs e espectadores esportivos está prestes a passar por uma transformação extraordinária nos próximos anos. 

Não é mais uma novidade que os espectadores têm agora diversas opções para acompanhar uma partida, cada um escolhendo a sua preferida. Um exemplo disso foi a Copa do Mundo FIFA 2022 no Qatar, onde foram testadas novidades como a transmissão ao vivo dos campos de treinamento das equipes. 

Pela primeira vez, os espectadores puderam adquirir os direitos de transmissão dos treinos das equipes por meio do streaming, desde que a comissão técnica permitisse. Essa abordagem, que antes era restrita às ligas americanas de futebol americano e basquete (NFL e NBA, respectivamente), agora está sendo adotada em escala global. Além disso, durante o evento no Qatar, foi possível experimentar a sensação de estar virtualmente sentado no estádio por meio da realidade virtual.

A próxima edição do maior torneio de futebol do mundo, a Copa do Mundo FIFA 2026, sediada nos Estados Unidos, Canadá e México, promete causar um impacto ainda maior com o advento do metaverso e outras tecnologias. 

Através dessas inovações, os espectadores poderão desfrutar de uma experiência imersiva sem precedentes, mesmo estando em suas próprias casas ou países, assistindo virtualmente aos jogos dentro dos estádios. Além disso, a dimensão continental desses três países-sede da Copa do Mundo de 2026, com grandes distâncias entre os locais dos jogos, incentivará ainda mais a presença da tecnologia no torneio. 

Podemos esperar experiências digitais fascinantes, com inúmeras possibilidades de interação. A realidade virtual e aumentada, aliadas a novos dispositivos, proporcionarão ao público do mundo uma imersão completa dentro dos estádios.

Algumas dessas possibilidades já estão no mercado com o lançamento do Apple Vision Pro, um dispositivo que promete recursos avançados, como transmissões multivisão, replays imersivos e exibições de jogos. A Apple está desenvolvendo um recurso de multicâmeras para o Apple TV+ que permitirá aos usuários assistir a vários filmes simultaneamente.

Público desconhece o grande salto da IA e VR

Embora a inteligência artificial (I.A.) e a realidade virtual (VR) tenham sido apontadas como potenciais mercados há algum tempo, ainda não conseguiram atingir o público em geral de forma massiva. 

A VR ainda está limitada a alguns jogos e transmissões esportivas, enquanto a realidade aumentada (AR) possui aplicações populares, como o uso de filtros e efeitos em aplicativos de mídia social. No entanto, com os avanços contínuos nessas áreas, podemos esperar que a realidade virtual e aumentada desempenhem um papel cada vez mais importante na experiência dos fãs de esportes.

Onde as novas tecnologias impactam?

Uma das principais áreas em que as novas tecnologias estão impactando a experiência dos fãs de esportes é a interação e o engajamento. Com a Web 3 e os NFTs (tokens não fungíveis), os fãs podem se envolver de forma mais direta e personalizada com seus times e jogadores favoritos. 

Por exemplo, os fãs podem adquirir NFTs exclusivos que representam momentos históricos do esporte ou até mesmo propriedade virtual de equipes esportivas. Outra vantagem é que esses NFTs podem ser negociados, colecionados e exibidos em plataformas digitais, proporcionando aos fãs uma nova maneira de se conectar com o esporte.

Do lado da realidade virtual e aumentada os fãs têm uma experiência imersiva durante os eventos esportivos. Por meio de dispositivos, como óculos de realidade virtual, os espectadores podem sentir como se estivessem no meio do jogo, com a capacidade de olhar em volta e ver a ação de diferentes ângulos. Isso proporciona uma sensação de presença e emoção que vai além de assistir a uma transmissão tradicional na TV.

Informações em tempo real

A realidade aumentada também está sendo usada para fornecer informações em tempo real durante os jogos. Por exemplo, os fãs podem apontar seus smartphones para o campo e receber estatísticas e dados sobre os jogadores que estão em ação. Isso enriquece a experiência de assistir a um jogo, fornecendo insights adicionais e aprofundando o conhecimento sobre o esporte.

Outro aspecto importante é a personalização da experiência dos fãs. Com o avanço da tecnologia, os espectadores têm a capacidade de personalizar o conteúdo que desejam ver e como desejam consumi-lo, como  escolher entre diferentes ângulos de câmera durante uma transmissão ao vivo, selecionar estatísticas específicas para serem exibidas em tempo real ou até mesmo controlar a perspectiva da câmera em uma transmissão de realidade virtual.

No geral, as novas tecnologias estão transformando a experiência dos fãs de esportes, oferecendo interatividade, imersão e personalização sem precedentes. À medida que continuamos a avançar nesse campo, é provável que vejamos ainda mais inovações emocionantes que mudarão a forma como os fãs vivenciam e se conectam com o esporte. 

Sem dúvida, a Copa do Mundo FIFA 2026 pode ser um marco nessa jornada, aproveitando ao máximo as possibilidades oferecidas pelas tecnologias emergentes.

 

*Everton Cruz é CEO da Mooh! Tech, startup franco-brasileira, com sede em Paris, com escritórios em São Paulo, Brasília e Recife. É o idealizador da Plataforma Chronus Sports, com a primeira experiência para os espectadores no Brasil em realidade virtual aumentada dentro de um estádio , com uma imersão em tempo real.

Please follow and like us:

Everton Cruz

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − dezessete =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram