34ª Regata Internacional Recife – Noronha tem largada no Marco Zero neste sábado

Evento traz a inovação de medir as emissões de gases de efeito estufa pela empresa Genio Carbon , que realizará a compensação dessas emissões por meio de sua plataforma. É a primeira regata oceânica a realizar tal feito.

Considerada a maior regata oceânica da América Latina, a tradicional Refeno terá sua largada neste sábado (23), às 11h, no Marco Zero do Recife, com encerramento previsto para as 15h.

A Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha já faz parte do calendário oficial de eventos da ilha e tem o apoio da Administração, sobretudo na parte logística.

Participação

As 88 embarcações vão percorrer cerca de 300 milhas náuticas (560 km) até o arquipélago Foto:Tsuey Lan Bizzocchi/Cabanga

Este ano, 88 barcos estão inscritos, superando a edição do ano passado, sendo 15 de estados brasileiros e outros quatro estrangeiros. As embarcações vão percorrer cerca de 300 milhas náuticas (560 km) até o arquipélago.

Na edição de 2022, o veleiro Aventureiro 4, comandado pelo pernambucano Hans Hutzler, ganhou o título Fita Azul, com o tempo de pouco mais de 32 horas.

Entre os estados com maior número de participantes, estão São Paulo, com 17 inscritos, e Bahia e Pernambuco, com 16 veleiros.

Os participantes disputam em 11 classes, dependendo do tamanho de cada embarcação, como Bico-de-Proa, Multicasco, Mocra e Aço.

Inovação

A 34ª Refeno traz como inovação, segundo ressaltou a administradora do Arquipélago Thallyta Figuerôa, o carbono neutro, sendo a primeira regata oceânica a realizar tal feito.

A responsável será a empresa Genio Carbon, que vai medir as emissões de gases do efeito estufa do evento e realizar a compensação dessas emissões por meio da plataforma Genio Carbon Marketplace.

“Estamos muito felizes em fazer parte desse evento tão importante para a ilha, sobretudo porque esta edição está focada na sustentabilidade. Então, é uma honra poder ver de perto a inovação que a organização da Refeno encontrou para não agredir o meio ambiente da ilha”, destacou Thallyta.

Resíduos

Além disso, os resíduos produzidos nos barcos não vão ser descartados na ilha. Os tripulantes foram orientados pela Administração Distrital a contribuir com a preservação da ilha, separando corretamente os seus resíduos e retornando com os sólidos ao continente.

Conforme o Decreto Noronha Plástico Zero, na Refeno não será permitido o uso de plásticos descartáveis.

Social e Educação

Além de movimentar o setor turístico e a economia do arquipélago, a Refeno promove, durante a semana, várias ações gratuitas para a comunidade insular, principalmente para os alunos das instituições Ciei Bem-Me-Quer e Escola Arquipélago, com doação de material escolar e esportivo, bem como atendimento jurídico na Casa de Justiça e Cidadania e ações de saúde com diversos especialistas no Hospital São Lucas.

*Com informações da Ascom/Fernando de Noronha 

 

 

 

Please follow and like us:

Redacao EJ

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 1 =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram