REC’n’Play chega à quarta edição 

Depois de dois anos sem acontecer, por conta da pandemia da #Covid-19, o REC’n’Play já tem data para voltar a ocupar as ruas do Bairro do Recife: de 16 a 19 de novembro. Considerado o maior festival de tecnologia e inovação do Brasil chega à quarta edição com atividades gratuitas de educação, negócios, experiências e entretenimento.

Aberto para participantes de todas as idades, o evento gratuito é um Carnaval do Conhecimento que promove a reocupação do Recife Antigo pelo recifense e por participantes de todo o País. As inscrições estarão abertas a partir de outubro no site http://recnplay.pe.

Objetivo do Encontro 

Realizado pelo Porto Digital e Ampla Comunicação, o REC’n’Play tem como princípio ocupar o centro histórico do Recife e conectar os participantes com a experiência do ambiente de inovação do parque tecnológico por meio de quatro eixos temáticos: Tech, Cidades Inteligentes, Economia Criativa e Empreendedorismo.

Durante os quatro dias, as atividades contemplam especialistas e público geral, trazendo palestras, debates, shows, rodadas de negócios, instalações artísticas, experiências tecnológicas e muito mais.

Com expectativa de público superando as 60 mil pessoas, o REC’n’Play 2022 terá mais de 500 atividades distribuídas em 23 prédios, além de ruas e praças do Bairro do Recife e Santo Antônio. O REC’n’Play também marca a chegada de imóveis reabilitados e em processo de recuperação, como o Edifício Chanteclair, onde acontece este ano, a Mostra Casa Cor Recife.

Entre os destaques da programação cultural haverá uma homenagem aos 30 anos do movimento Manguebeat, shows para o público infantil e troças carnavalescas, trazendo de volta o espírito do Carnaval ao Recife Antigo.

 

“O REC’n’Play volta a ser realizado depois dessa pausa de dois anos por conta da pandemia de Covid-19. O festival é um grande momento de troca de conhecimentos e experiências, totalmente gratuito, e com palestrantes de reconhecida expertise nacional e até internacional que demonstram a importância do Recife para o Brasil e mesmo o mundo”, comenta o presidente do Porto Digital, Pierre Lucena.

“O maior orgulho que a gente tem, na Ampla, é de ser co-realizador do maior evento de tecnologia e inovação do Brasil. E isso é algo que traz toda uma renovação de marca e trabalho. E agora, depois da pandemia, podemos retomar esse grande evento junto com o Porto Digital”, aponta o co-presidente da Ampla Comunicação, Queiroz Filho.

Para participar das atividades do REC’n’Play, os interessados deverão se inscrever no site do festival a partir de outubro. Essa inscrição será unificada, valendo para toda a programação do evento, mas a participação em cada atividade dependerá da lotação das salas, segundo o critério de ordem de chegada. Já os shows e atividades abertas nas ruas não precisam de inscrição prévia.

Manguebeat

O movimento Manguebeat, que completa 30 anos de criação em 2022, tem um espaço todo especial na quarta edição do REC’n’Play. Além das apresentações musicais, o festival ainda contará com uma trilha de conteúdo escolhida a dedo pelo produtor cultural Paulo André e pela cantora e filha de Chico Science, Louise França.

Programação kids

As crianças terão o sábado para aproveitar o REC’n’Play. Além do show do Mundo Bita no palco Recife Cidade da Música, em frente à Torre Malakoff, oficinas de pintura, robótica e muito mais complementam a programação kids. Para fechar o dia, o Laboratório de Formação da Primeira Infância levanta a bandeira educativa para os pequenos e as pequenas.

Atividades esportivas

Nem só de tecnologia, inovação e empreendedorismo é feito o REC’n’Play. Pela primeira vez, o festival conta também com uma corrida de rua, promovida pelo Sesc, que marca o encerramento da programação no domingo, dia 20 de novembro. Atividades esportivas e de bem-estar complementam o espaço do exercício físico.

Números do REC’n’Play

A terceira edição do REC’n’Play, realizada em 2019, contou com mais de 35 mil inscritos, que puderam participar de cerca de 500 workshops, oficinas, palestras, shows, hackathons, exposições e apresentações culturais. Ao todo, foram cerca de 700 palestrantes, facilitadores e profissionais prontos para compartilhar o futuro.

Em retrospectiva, oito mil pessoas participaram da primeira edição, que aconteceu em 2017, e 15 mil estiveram presentes em 2018. Já o número de atividades oferecidas também saltou de 250 na primeira edição para 350 em 2018.

*Com informações do Núcleo Gestor de Comunicação do Porto Digital 

 

 

Please follow and like us:

Redacao EJ

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − sete =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram