Luto na cultura nordestina pela morte do produtor cultural e jornalista Gil Sabino

 

Há um sentimento de tristeza envolvendo o segmento de arte e cultura da Paraíba com a morte nesta quarta-feira do produtor cultural, jornalista e profissional de marketing Gilvane Sabino por insufiência respiratória.

De acordo com procedimentos adotados pela família, Gil Sabino será velado na Central São Batista a partir das 12 horas e seu sepultamento programado para acontecer às 17 horas no Parque das Acácias.

Gil Sabino, como era mais conhecido, vivia há alguns meses se queixando de insuficiência respiratória em face de problemas cardíacos, apesar de acompanhamento médico não conteve o agravamento do quadro.

HOMEM DE CULTURA

Nascido em João Pessoa, no bairro do Roger, Gil Sabino foi atleta de basquetebol, mas se notabilizou como divulgador da Emi-Odeon e posteriormente como produtor de grandes artistas nacionais e locais, a exemplo de Gonzaguinha, Musiclube, etc.

Sua fase áurea se deu no Recife para onde se mudou nos anos 80 se destacando como um dos grandes divulgadores da música brasileira.

Nos anos 2011 resolveu voltar a morar em João Pessoa iniciando uma fase de criação da AGENDA VIVA no Portal WSCOM, de onde era personagem presente como na Revista NORDESTE, e se preparava para editar na TV Cidade a AGENDA levando arte aos alunos.

Gil Sabino deixa filhas Leila, Luciene e Julinha e os filhos André e Gilvane Júnior.

Fonte: Revista Nordeste (www.revistanordeste.com.br)

Please follow and like us:

Redacao EJ

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram