Mesmo com a bagunça da nossa ecolítica, PIB do Brasil cresce 1,9%

*Roberto Dardis

Imaginemos se tudo estivesse de acordo, com aprovações de projetos, população e empresariado felizes com as diretrizes econômicas do pais. Pois é, imaginemos.

Parece que o Brasil está imune a tudo que estamos presenciando entre os 3 poderes, com intrigas e uma politicagem que tentam estragar o humor de todos. Mas somos mais fortes!

O mundo ainda enxerga nosso pais vulnerável, mas mesmo assim ele atrai curiosos e investidores capazes de driblar tudo que possa impedir seu acesso ao país. Isso, contudo, tem limites. E eles já perceberam.

Crescemos, mas ainda temos muito do que foi proveitoso durante o ano de 2022. Muitas coisas boas ainda o empresário e investidor enxergam com bons olhos para frente.

Afinal, o mundo está complicado para saber bem qual o melhor local para aportar recursos com segurança.

Puxado pelo Agro, o PIB vem crescendo e sustentando essas altas. Mesmo com oposições a ele vindas de fora e dentro do pais, o PIB avança com sua diversificação de produtos e somando em muito com nossa balança comercial.

Desse modo, pode impulsionar ainda mais com as projeções das colheitas que prometem vir com recorde de produção em diversos produtos.

Pelo lado de serviços, mesmo com a alta ainda está em compassos. Mas entra em uma fase de crescimento.

Logicamente alguns pontos foram neutros ou negativos dentro desse PIB, mas muito em virtude de momentos de volatilidade e problemas dentro de nossa ecolítica*.

Podemos melhorar, mas “todos” precisam colaborar.

* Ecolítica = economia + política

Colunista do Brasil 61 

Please follow and like us:

Redacao EJ

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram