GEF Terrestre prevê recursos para estudos socioambientais na Caatinga

Seguem abertas, até o dia 30 de junho, as inscrições para o edital GEF Terrestre – Estratégias de conservação, restauração e manejo para a biodiversidade da Caatinga, da Pampa e do Pantanal.

O GEF Terrestre (GEF, sigla em inglês para Global Environment Facility Trust Fund) foi criado pelo governo brasileiro, com a coordenação do Ministério do Meio Ambiente (MMA).

O projeto possui o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) como implementador e o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO) como agência executora.

No total, para o Brasil, serão investidos R$ 8,4 milhões para apoiar propostas que envolvam a conservação, o manejo e a restauração de Unidades de Conservação (UCs) – nos biomas Caatinga, Pampa e Pantanal – que são operadas pelo MMA, pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ) e por Órgãos Estaduais de Meio Ambiente (OEMAs).

Pernambuco

Para o estado de Pernambuco, o edital prevê um valor de R$ 1,8 milhões voltados para os estudos socioambientais que indiquem as melhores formas de tipologias compatíveis e de gestões, podendo ser municipais, para as áreas estudadas na Caatinga, que são:

Unidade de Conservação da Serra da Matinha, em Carnaíba.

Unidade de Conservação Serra dos Almirantes, em Orocó. 

Unidade de Conservação Serra Comprida, em São José do Belmonte. 

Unidade de Conservação Carro Quebrado, em Triunfo. 

Unidade de Conservação Serra da Siriema, entre os municípios de Santa Maria da Boa Vista, Parnamirim e Santa Cruz. 

Unidade de Conservação Serra de Dois Irmãos, em Afrânio. 

Os projetos devem ser executados em até 20 meses e podem participar da chamada pública: associações públicas e privadas (Institutos, Fundação, Fóruns, Associações e Movimentos etc.) e qualquer cooperativa em grau de constituição (singulares, centrais, federações e confederações).

As inscrições podem ser feitas através do site do Funbio: https://chamadas.funbio.org.br/criacao-e-consolidacao-de-unidades-de-conservacao-estaduais/boas-vindas.

 

Please follow and like us:

Redacao EJ

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 5 =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram