Arte Maior Galeria lança novo projeto para manter viva e preservar a história de artistas pernambucanos

 

 

 

 

Em tempos de pandemia, o mercado de arte nunca esteve tão expressivo no sentido de renovação e readaptação aos novos tempos. Com esse propósito, o marchand Sérgio Oliveira, fundador da Arte Maior Galeria, há quatro décadas no mercado, criou o projeto “Arte Imortal de Pernambuco e seus artistas plásticos”.

 

A iniciativa terá sua primeira exposição no dia 8 de março, a partir das 15 horas, por meio híbrido, sendo possível aos amantes das artes ver as obras na galeria, onde estarão expostas, ou se preferirem podem vê-las acessando o site www.artemaior.com.br e fazer, inclusive, suas aquisições on-line. Nessa primeira exposição do projeto os artistas imortais escolhidos foram Bajado, Wellington Virgulino e Lula Cardoso Ayres.

 

“Definimos o conceito de arte imortal neste projeto como aquele tipo de arte criada por artistas plásticos geniais que superam a sua própria existência. O artista não produz mais, mas sua arte fica”, explicou Sérgio Oliveira, marchand.

 

Para o idealizador, esses primeiros artistas a darem o pontapé do projeto influenciaram gerações durante o seu período de criação e irão permanecer assim durante muito tempo. “Escolhemos artistas pernambucanos porque certamente contribuíram de forma relevante para a cultura pernambucana e nacional. Mais do que isso, o projeto tem o objetivo de manter viva a força das artes plásticas e preservar sua história”, acrescentou o marchand.

 

Inovação e tecnologia

 

Assim como em diversos segmentos, a arte acompanhou a evolução dos tempos e se modernizou e trouxe mais tecnologias no processo de formatos e técnicas. Para o projeto “Arte Imortal de Pernambuco e seus artistas plásticos”, todas as obras a serem apresentadas foram adaptadas a pequenos formatos a partir da técnica de Giclée, considerada o que há de mais sofisticado em termos de impressão para artes gráficas.

 

Todas as telas são numeradas e autenticadas com selo da Arte Maior, nas dimensões aproximadas de 20x30cm e código de autorização por parte dos herdeiros e familiares.

 

“Todos os quadros foram devidamente autorizados pelos herdeiros desses artistas maravilhosos. São quadros que vão durar a vida inteira, por meio de uma técnica que utiliza tecnologia de ponta. Esse projeto será, sem dúvida, um embrião de um grande projeto”, afirma Oliveira, conhecido no mercado das artes nacional e local como um visionário.

 

Foi a Arte Maior Galeria que, em 2013, trouxe para Pernambuco o leilão digital para de alguma maneira tornar a arte mais acessível para todos e dinamizar obras de artistas conhecidos e desconhecidos.

 

Artistas participantes

 

Euclides Francisco Amâncio, conhecido popularmente como Bajado, nasceu no dia 9 de dezembro de 1912 em Maraial, Zona da Mata de Pernambuco. Sua arte é reconhecidamente um dos maiores exemplares de artistas que traduziram a arte popular brasileira, com suas cores e ingenuidade, por meio da cultura, personagens populares, festas como o Carnaval. Bajado se despediu deste mundo em novembro de 1996 e deixou uma herança incalculável para a arte pernambucana: a imortalidade de suas obras.

 

Lula Cardoso Ayres nasceu no Recife em setembro de 1910 a já aos 12 anos de idade encontrou seu espaço no mundo da arte. Tinha uma personalidade multiartística e percorreu diferentes técnicas como pintura, cenografia, ilustração, gravuras e até fotografia, sempre permeando do figurativo ao abstracionismo. Lula faleceu em 1987, mas após sua partida a família fundou o Instituto Cultural Lula Cardoso Ayres, onde se concentra um acervo com mais de 300 obras.

 

Wellington Virgulino nasceu no Recife, em 1929 e, desde sua infância, se reconheceu como artista. Autodidata, desenhista e escultor, Virgulino discorreu por alguns vieses artísticos, mas sua ascensão se deu mesmo na pintura. Foi um dos fundadores da Sociedade de Arte Moderna do Recife (SAMR, 1950). Sua arte é reconhecida por meio de obras líricas, de traços e cores intensas.

 

Sobre a ARTE MAIOR 

 

A ARTE MAIOR foi fundada em 1979 com o objetivo de promover, divulgar e comercializar obras de arte de artistas de renome e novos no cenário de artes plásticas regional e nacional. A Galeria já realizou mais de 150 exposições individuais de artistas e tantas outras coletivas. Hoje, a ARTE MAIOR tem uma sede e realiza leilões de arte online e presencial, sendo uma das pioneiras no Brasil, no formato.

 

A galeria conta também com a publicação da série Cadastro ARTE MAIOR de Pernambuco. Em seu primeiro volume, publicado em 1994, contou com os dados de 327 artistas de todo estado. No segundo volume, publicado em 1996, desta vez contando com mais de 260 artistas. Lançou os Anuários Pernambucano de Arte edições 2012 e 2014. O Cadastro ARTE MAIOR de Pernambuco é utilizado como referência para historiadores de todo estado. Possui um acervo com cerca de 1000 obras.

 

Serviço

Projeto: Arte Imortal de Pernambuco e seus artistas plásticos

Lançamento: Dia 8 de março, a partir das 15 h

Local : Av. Conselheiro Aguiar, 1472 Lj 63 – Boa Viagem Recife – PE, CEP: 51111-010

Contato: telefone > (81) 3301-4354

Whatsapp> (81) 99261-6612

E-mail : artmaior@artmaior.com.br

 

 

 

Please follow and like us:

Luciana Leão

Leia mais →

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × três =

Twitter
Visit Us
Follow Me
LinkedIn
Share
Instagram